o processo é um fim em si

serie-1
serie-2
serie-3
serie-4
o processo
Há uns meses, as meninas do Ponto Margarida contactaram-me com a ideia de fazermos uma pequena colaboração. Gosto de Bordado de Guimarães e a perspectiva de fazer um cachecol dos meus integralmente bordado à mão agradou-me imenso.
Logo à partida, ficou decidido que só valia a pena investir tempo a bordar uma peça destas se usássemos o melhor linho possível, e o melhor linho que conheço é produzido de forma completamente artesanal.

Assim, este cachecol começou algures num campo, em S.Torcato, e passou por dúzias de mãos e ferramentas antes de chegar a Braga ao Instituto Monsenhor Airosa, onde foi tecido pela D.Celeste num tear do início do séc.XX. Depois veio para as minhas mãos para ser modelado, foi marcado com o desenho da Filipa, bordado pela Cátia e pela D.Conceição, e voltou para mim para ser terminado e fotografado.

Claro que estou muito contente com o resultado final, mas saber que, além de conhecer os processos de produção, conseguir este material foi resultado do trabalho que tenho vindo a fazer aqui, é muito melhor.

O valor desta peça vai muito além do que se vê à superfície. É uma peça para essencialistas.

/

A few months ago, the girls from Ponto Margarida contacted me with the idea of collaborating on a small piece. I like the traditional Guimarães Embroidery and the idea of making one of my neckwarmers entirely hand embroidered really pleased me.
Right from the beggining, we decided that it was only worth to invest time embroidering a piece like this if we used the best linen available, and the best linen I know is handmade.

So, this neckwarmer started somewhere in this field, in S.Torcato, and went through dozens of hands and tools before it got to Braga, to the Instituto Monsenhor Airosa, to be woven by D.Celeste in a loom from the beggining og the XXth century. Then, it came back to my hands to be modelled, stamped with Filipa’s design, embroidered by Cátia and her mother, and came back to me to be finished and photographed.

Of course I’m very happy with the final result, but along with knowing the production processes, knowing where to get this linen because of the work I’ve been doing here feels great.

The value of this piece goes long beyond the surface. It’s a piece made for the essencialists.

About these ads

13 thoughts on “o processo é um fim em si

  1. É tão bonito, que me deixa sem palavras. Quem não consegue reconhecer o valor inestimável de uma peça artesanal, honesta e feita sem atalhos, não sabe o que perde.

  2. Bem….que dizer…estou absolutamente deslumbrada! Deslumbrada mesmo! Sendo Vimaranense e, como sempre, com muito orgulho…bem..que peça! Que criação magnífica! Materiais nobres, tanto valor!…

    O facto de acompanhares todo o processo, desde a criação do linho ao produto final faz lembrar o http://www.iouproject.com, suponho que conheças.

    Parabéns. O teu trabalho merece todo o louvor! Continua, por favor! :)

  3. É linda. E daquelas que contam a história que deixaram atrás de si. O que faz dela de facto uma peça com um valor “que vai muito além do que se vê à superfície”. Muitos parabéns.

  4. São lindíssimos, Alice. Gosto especialmente por serem o fruto de uma colaboração e da valorização de vários “saber fazer” que hoje em dia muitos já não apreciam. Parabéns!

  5. É um regorjizo fazer parte do processo! Orgulho-me imenso de me ter lembrado de propôr esta parceria. Mesmo sem conhecer a Alice sabia que não corria o risco de ouvir um “não” da parte dela. Como correu tão bem, prometemos mais! Esta parceria não termina aqui :)

  6. Ficou absolutamente extraordinário. Que ideia genial e que execução impecável… parabéns a todos que contribuiram para o processo!

Comments are closed.